Adriano revela descarte de entulho e queimadas na Avenida do Contorno

 

Publicado em: 23/11/2011 00:00

Whatsapp

 


É grande o volume de entulho, lixo e, principalmente, galhos de árvores jogados na Avenida do Contorno, próximo à ponte do córrego Lageado (foto). Também é comum a queima desses detritos, o que já gerou reclamação de moradores dos bairros naquela redondeza.

“Moradores da rua 2 e proximidades já não aguenta mais o verdadeiro lixão aki nas proximidades só se vê fumaça, monóxido de carbono e fuligem provocada por queima de detritos da nossa cidade animais, vegetais, e outros Avenida contorno virando um lixão !! tudo que foi construído com carinho ta uma vergonha palmeiras pegando fogo, ponte caindo.”, postou Alisson Queiroz (@zambraaa) em seu Twitter, no dia 17/11.

Um dia antes, o caso havia sido levado à Câmara Municipal pelo vereador Adriano Morais, também morador da Rua 2. Na Tribuna, Adriano revelou o descarte de entulho no local que, segundo ele, às vezes é feito pela própria Prefeitura.

“Eu fico horrorizado com atitudes do poder público municipal”, disse o vereador. “A administração vem jogando entulhos e troncos de árvores e galhos na Avenida do Contorno, próximo ao córrego Lageado”, revelou.

Adriano também relatou as queimadas que, segundo ele, tem destruído a vegetação às margens dos córregos Lageado e Brejinho.  “Já fizeram queimadas, o próprio funcionário da prefeitura”, denuncia. “Esta prejudicando o meio ambiente, está queimando as árvores das laterais do córrego Brejinho, que cruza com o córrego Lajeado ali perto da ponte da famosa lajinha”.

“Passei lá hoje e fiquei horrorizado com o tanto tronco de arvores e galhadas jogados pela prefeitura. Não é apenas pelos cidadãos não, porque eu já presenciei  o fato várias vezes”, afirmou o vereador.

Lixão
Adriano aproveitou a fala para abordar a situação do lixão municipal, próximo ao campo de aviação. De acordo com ele, os proprietários de chácaras vizinhas ao lixão “não aguentam mais tanta sacolinha, urubu, mosquito e mau cheiro”.

“Inclusive os mosquitos do lixão estão vindo para a cidade. Você pode observar no loteamento Soares, no Bairro Olinda e no Jardim Menezes a concentração de moscas e mosquitos”, ressaltou.

Adriano também lembrou as queimadas no lixão que muitas vezes atingem as pastagens dos vizinhos.

Por fim, voltando ao caso da Avenida do Contorno, Adriano defendeu que a Prefeitura deveria dar o exemplo. “Ela multa você se você colocar entulho na rua em dia de feriado, mas ela vai lá e joga [entulho] no meio de uma avenida”, exclamou. “Está lá pra quem quiser ver, pode passar lá agora”.