NOVA MENTIRA DA ADMINISTRAÇÃO: estão dizendo que a falta de remédio no posto é culpa dos vereadores

 

Publicado em: 27/02/2012 00:00

Whatsapp

 


O governo da prefeita Benice Maia (PSDB) não para de inventar mentiras para tentar denegrir a imagem e jogar a população contra os cinco vereadores que não compõem a sua base aliada. A afirmação foi feita pelo presidente da Câmara, César Donizetti de Castro, na reunião ordinária do dia 22/02.

 

De acordo com César, funcionárias do posto de Saúde têm dito às pessoas que vão procurar medicamentos na farmácia municipal, que o remédio está em falta por culpa dos vereadores do “G5”.

 

“G5” é como ficou conhecido o grupo formado pelos cinco vereadores que não acompanham as determinações e vontades da prefeita Benice Maia. São eles, além do presidente César, Teotonio Sabino, Adriano Morais, Orides Barbosa e Nágila Maluf.

 

“Tem funcionárias no Posto de Saúde que teimam em dizer que está faltando remédio por culpa dos cinco vereadores, até o momento estamos aceitando”, disse César. “Eu gostaria de pedir as essas pessoas que se informem melhor. Se está faltando remédio é porque não foi feito planejamento pelo Executivo para comprá-los, então não joga a culpa em nós”.

 

Como forma de cessar essas declarações caluniosas, há vereadores que estudam a possibilidade de interpelar judicialmente as servidoras públicas que têm dito essas mentiras para a população.

 

 

Outros assuntos

O presidente também referiu-se a outros assuntos ligados à administração municipal. De acordo com César, em menos de duas semanas de transporte escolar, alguns ônibus já estavam encostados no almoxarifado.

 

Para ele, isso mostra que, além do péssimo estado das estradas rurais, os ônibus escolares da Prefeitura também não receberam as devida manutenção no período de férias.

 

“Mas acredito eu que agora a prefeita deve estar tomando providência”, ressaltou.

 

O má qualidade do asfalto da Avenida do Contorno foi outro assunto abordado por ele. “Quem não tem conhecimento, faça uma visita lá e veja se estamos inventando”, sugeriu César.

 

O presidente lembrou que a inauguração da obra está prevista para os próximos dias, mas disse que se demorarem correm risco de terem que refazer o serviço antes.

 

“O asfalto é tão ruim que, se quiserem inaugurar, anda rápido, porque a chuva vai levar o asfalto embora”.

 

César contou que ele e o vereador Orides estiveram fazendo uma vistoria na Avenida do Contorno. “A gente ficou envergonhado com a qualidade do asfalto. Tem lugar que não da à grossura desta chave”, revelou.

 

Na última semana o presidente encaminhou ofício à Prefeitura solicitando cópia do contrato de asfaltamento da Av. do Contorno. Segundo ele, a Câmara vai tomar providências. “Já passou da hora de pararem de brincar com o nosso dinheiro e com a cara do povo”.

 

“Nós vamos fazer a nossa parte e, se depois, o Ministério Público achar por bem, que faça a dele também”.